FANDOM



No final de Tormento, Kamahl partiu em meio à destruição com o Mirari. Kamahl retornou para as montanhas Párdicas com ele, sentindo-se modificado pelo seu poder, como todos os outros posuidores anteriores. Ele novamente encontrou-se com seu antigo mentor, Balthor, e sua irmã Jeska, e em seguida desafiou os líderes tribais reunidos, pelo controle de todas as tribos em um torneio na forma de combate. Neste meio tempo, Laquatus já tramava como obter o Mirari de Kamahl, encontrando-se forçado a aliar-se com ambas as Ordens, do Norte e a Cabala, para avançar em seus planos; apesar de que ambos grupos foram seriamente afetados pelos eventos de Tormento.

           Jeska e Balthor estavam preocupados com a sede de sangue e fúria incansável de Kamahl, mas ele não os ouvia. Assassinos da Cabala são enviados por Braids para obter o Mirari antes que seu novo "Aliado" Laquatus possa por as mãos nele. Na batalha pela supremacia sobre as tribos bárbaras, Kamahl corta fora o braço de um de seus oponentes principais (e um de seus amigos mais antigos) e quase o mata, causando uma separação entre as tribos que o seguem e as que se opoêm a nova ordem imposta por Kamahl.
            Balthor e Jeska concordam que o Mirari é a causa disto tudo, e Kamahl precisa abandoná-lo. Jeska e Kamahl lutam por ele, e Kamahl fere gravemente sua irmã. Isto o faz acordar da influência do Mirari, mas seu desespero o deixa sem ação quando os assassinos da Cabala invadem. Por sorte, o grupo liderado pelo velho amigo de Kamahl repele os intrusos, e promete cuidar de tudo enquanto Kamahl leva Jeska para a floresta Krosana, atrás de ajuda. Mas Laquatus, a Ordem e a Cabala estão em seu encalço. 

Após muitas trilhas, Kamahl e Bathor encontram Seton na floresta; Balthor fica para trás para lutar contra as novas forças liderados por Laquatus. Balthor é morto pelo Campeão de Laquatus, após mesmo causar-lhe um ferimento mortal. Seton, enquanto isto, treina Kamahl nos ensinamentos do verde, e promete fazer o que for possível por Jeska. Ele envia Kamahl para o coração da Floresta para falar com os Nantukos, e os ensina como atravessar a floresta sem quebrar o balanço da natureza. Para Laquatus as coisas se complicam.

            Imperatriz Llawan dizimou seu exército posterior, e a tênue aliança com a Ordem e a Cabala está começando a ruir, então ele busca novas traições, até mesmo quando as forças combinadas tomam de assalto a floresta para encontrar Kamahl e o Mirari, mas são continuamente repelidas. Como se isto não fosse o bastante, Laquatus é assolado por um ataque misterioso de um oponente desconhecido. 

Kamahl, que agora está devotando-se ao verde, segue para vila dos Nantukos, onde ele tem uma audiência com o Mestre dos Nantukos, Thriss, que avança os ensinamentos de Kamahl no caminho do verde. Fora da floresta, Imperatriz Llawan informa a Cabala e a Ordem de como Laquatus utiliza-se de suas traições e descobrem sua manipulação. Eles o abandonam para obter o Mirari sem ele. Ele ainda possui o que restou de suas forças leais, e mesmo assim, ele ataca.

Mas ele então descobre quem é seu oponente desconhecido: Balthor, reanimado por Braids como um zumbi. Ele, as forças de Laquatus, e Kamahl colidem numa batalha épica. Kamahl é forçado a matar seu velho mentor, o que o leva a um confronto final entre ele e Laquatus. Kamahl desfere um golpe final em Laquatus, prendendo-o ao chão com sua espada, a qual possue o Mirari anexado a seu cabo. O resultado: Um clarão de energia explode do Mirari, que recobre toda a Floresta Krosana, deixando-a ainda mais verde e viva do que antes. Satisfeito, e agora inteiramente convertido ao verde, Kamahl retorna para o lar de Seton onde lá o encontra morto, e Jeska desaparecida. Os problemas de Kamahl ainda não acabaram...